VEREADORES APROVAM SEIS PROJETOS DE LEI NA SESSÃO DESTA TERÇA-FEIRA

Na noite desta terça-feira, (07), a Câmara Municipal de Arapongas realizou sua 19ª Sessão Ordinária de 2016, onde os vereadores aprovaram seis Projetos de Lei.

Em 1ª discussão e votação de iniciativa do Poder Executivo temos o seguinte Projeto de Lei (Matéria Preferencial):

01 – Projeto de Lei nº 23/2016 – Dispõe sobre a Elaboração das Diretrizes Orçamentárias de 2017 do Município de Arapongas e dá outras providências.

Em 2ª e última discussão e votação de iniciativa do Poder Executivo temos os seguintes Projetos de Lei:

01 – Projeto de Lei nº 32/2016 – Autoriza o Poder Executivo a efetuar abertura de Crédito Adicional Especial, no orçamento do Município de Arapongas, para o exercício de 2016 e a ajustar as programações estabelecidas no Plano Plurianual 2014 a 2017 no Anexo I da Lei nº 4.434, de 17/12/2015 e no Anexo V da Lei nº 4.396, de 07/07/2015 – Lei de Diretrizes Orçamentárias 2016.

02 – Projeto de Lei nº 33/2016 – Autoriza o Poder Executivo a efetuar abertura de Crédito Adicional Especial, no orçamento do Município de Arapongas, para o exercício de 2016 e a ajustar as programações estabelecidas no Plano Plurianual 2014 a 2017 no Anexo I da Lei nº 4.434, de 17/12/2015 e no Anexo V da Lei nº 4.396, de 07/07/2015 – Lei de Diretrizes Orçamentárias 2016.

c) Em 1ª discussão e votação de iniciativa do Poder Executivo temos os seguintes Projetos de Lei:

01 – Projeto de Lei nº 35/2016 – Dispõe sobre o Referendo de Termo de Convenio nº 002/2016, celebrado entre o Município de Arapongas e a MICROLINS – J.C. Formação Profissional – ME.

02 – Projeto de Lei nº 36/2016 – Dispõe sobre a inclusão do Programa 0037 – Manutenção e Desenvolvimento da Educação Superior no anexo IV da Lei nº 4.396, de 07 de julho de 2015.

03 – Projeto de Lei nº 01/2016 – Dispõe sobre a alteração na redação do Art. 1º da Lei Complementar nº 011, de 17 de dezembro de 2015, e dá outras providências.

Passado a apreciação e votação das matérias em pauta, os vereadores usaram a Tribuna do Plenário para tecer suas considerações pessoais e a sessão foi encerrada após a palavra do Presidente.

Comentários fechados.

RSS Notícias do Brasil

  • Copom se reúne nesta quarta, e mercado prevê 7ª alta seguida da Selic, para 9,25% ao ano
    Se confirmado esse aumento, será o maior percentual em mais de 4 anos. Alta nos juros encarece o crédito, freia a economia e institui de volta a antiga regra de remuneração da poupança. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central se reunirá nesta quarta-feira (8) para definir a taxa básica de juros da economia. Analistas do mercado financeiro pre […]
  • O Assunto #595: O aparelhamento da Polícia Federal
    Desde o início do mandato, o presidente da República é claro sobre seu projeto de subordinação. A partir da fatídica reunião ministerial de 22 de abril de 2020, acelerou-se o 'processo de tomada da PF pelo bolsonarismo'. Desde então cargos nas mais distintas esferas da instituição são ocupados por agentes de confiança do Executivo - por outro lado, […]
  • Governo troca secretário da Receita Federal e começa reestruturação na Economia
    Ministro Paulo Guedes deve anunciar 'supersecretaria' de Estudos Econômicos. Atual secretário da Receita, Tostes assumirá cargo na OCDE; auditor Julio Cesar Vieira assume o posto. O presidente Jair Bolsonaro exonerou nesta terça-feira (7), a pedido, o secretário da Receita Federal José Barroso Tostes Neto. A vaga será assumida pelo auditor-fiscal d […]
  • Bolsonaro edita MP para pagar Auxílio Brasil de R$ 400 a famílias já no mês de dezembro
    Medida provisória que criou programa foi aprovada em definitivo na última semana; novo texto inclui auxílio no orçamento deste ano. Para 2022, governo ainda depende da PEC dos Precatórios. O presidente Jair Bolsonaro editou, nesta terça-feira (7), uma medida provisória para permitir o pagamento do Auxílio Brasil no valor mínimo de R$ 400 aos beneficiários ai […]
  • Governo não adotou política efetiva de testagem contra a Covid, avalia TCU
    Tribunal de Contas defende que política de testagem deve continuar mesmo com avanço da vacinação. Ministério da Saúde diz que vai se manifestar dentro do prazo dado pelo TCU. O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou desempenho ruim do governo federal na condução de políticas de testagem contra a Covid. Segundo auditoria do órgão, apenas 9% da populaçã […]